Institucional

Resultado final do processo de contratação de empresa de produção audiovisual | Consulta Brasil

A Viração Educomunicação contratou, por licença de licitação, empresa de serviços especializados em produção audiovisual, conforme condições, quantidades e exigências estabelecidas no edital anexoamplamente divulgado em nosso site e canais oficiais nas redes sociais, para a execução de todas as etapas de produção de uma websérie para o projeto Consulta Brasil.

Após a entrega da documentação de habilitação, conforme lista constante no item 4 do edital dentro do prazo estabelecido, a Viração torna público, na data de hoje, para conhecimento de quem possa se interessar, o resultado final da contratação referida no edital, tendo sido escolhida a proposta que apresentou melhor custo-benefício: 

 

EMPRESA – CNPJ

Cozinha Produções Ltda – 22.704.222/0001-28 

 

Acesse o documento completo que anuncia o resultado final do edital aqui.

 

Sobre o material audiovisual a ser produzido

A empresa contratada será responsável por todas as etapas de produção dos vídeos, desde o roteiro até a pós produção. Cada episódio da websérie terá duração de 04 a 05 minutos e será criado a partir dos temas e conteúdos pertinentes ao projeto:

  1. O papel da família: Sobre as questões, conflitos e acordos possíveis entre responsáveis e as crianças e os adolescentes no uso da internet. 
  2. Segurança na internet: Sobre as violações de direitos a que estão expostas crianças e adolescentes no ambiente virtual e quais as medidas de proteção necessárias.
  3. Fake News: Sobre o conceito do fenômeno, como ele acontece na sociedade contemporânea e estratégias de enfrentamento.
  4. Educomunicação: Sobre projetos e ações que potencializam o uso seguro, cidadão e criativo da internet, numa perspectiva educomunicativa.

 

Sobre o Consulta Brasil e a Viração Educomunicação

Consulta Brasil, uma iniciativa da Viração realizada por meio de convênio público com o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos e em parceria técnica com a Rede de Conhecimento Social, o Núcleo de Comunicação e Educação da Universidade de São Paulo e instituições educacionais públicas e privadas de dez municípios brasileiros, atua na realização de pesquisa participativa com o público infanto juvenil a respeito do uso das Tecnologias da Informação e Comunicação como estratégia para formação, mobilização e sensibilização sobre o tema; bem como no levantamento de insumos para a criação de materiais multimídias que possam apoiar operadores do Sistema de Garantia de Direitos e os próprios adolescentes no uso seguro, criativo e cidadão  das tecnologias da informação e comunicação.

Viração é uma organização da sociedade civil sem fins lucrativos que atua nas áreas de educomunicação, juventudes e mobilização social. Tem como missão inspirar e conectar adolescentes e jovens para a construção de uma sociedade justa, participativa e plural. Atua com a educomunicação buscando mobilizar adolescentes e jovens para a promoção e defesa de seus direitos. 

 

Confira o resultado parcial do Edital para contratação de empresa produtora audiovisual

A Viração Educomunicação contrata, por licença de licitação, empresa de serviços especializados em produção audiovisual, conforme condições, quantidades e exigências estabelecidas no edital anexo, amplamente divulgado em nosso site e canais oficiais nas redes sociais, para a execução de todas as etapas de produção de uma websérie, composta por 04 episódios, criada a partir dos temas e conteúdos gerados no âmbito do projeto Consulta Brasil.

Tornamos público, na data de hoje, para conhecimento de quem possa se interessar, o resultado parcial do referido edital, tendo sido escolhida a proposta que apresentou melhor custo-benefício.

 

EMPRESA – CNPJ

Cozinha Produções Ltda – 22.704.222/0001-28 

 

Convocamos a empresa para a entrega dos documentos de habilitação conforme lista constante no item 4 do edital, no prazo de 48 horas. Após a validação da referida documentação, será confirmado o resultado final por este mesmo canal.

Caso a empresa selecionada não seja habilitada nesta fase, será publicada nova convocação para outra empresa concorrente, considerando o critério de melhor custo-benefício. 

Acesse o documento completo que anuncia o resultado parcial do edital aqui.

 

Divulgada a lista de selecionados para a nova turma do projeto Pra Brilhar 2020

Pessoas selecionadas respondem questionário online até 05/08. A previsão de início da jornada na segunda quinzena de agosto

Na última sexta-feira, 31 de julho, foi divulgada no site, no Facebook e nos canais da Viração nas redes sociais a lista de selecionados para a nova turma do projeto Pra Brilhar, um projeto executado pela Viração Educomunicação em parceria com o Programa Municipal de DST/Aids de São Paulo. Nesse semestre, também contamos com o apoio do Centro de Referencia e Defesa da Diversidade (CRD) e do Pela Vidda SP.

Para a segunda turma, que prevê um ciclo de atividades à distância em virtude da pandemia de Covid-19, foram 153 pessoas inscritas e 40 selecionadas. A seleção respeitou critérios de raça/cor, identidades de gênero e vulnerabilidade social. 

As pessoas selecionadas receberam um e-mail e foram convidadas a preencher um formulário de interesse, confirmando sua participação na segunda turma do Pra Brilhar 2020, com prazo até 05 de agosto. Em caso de desistência/impossibilidade de participação dos selecionados, o cronograma prevê chamada para vagas remanescentes. 

A partir de agora, a equipe do projeto fará a seleção de jovens que terão direito a receber a ajuda de custo para acesso a internet, seguindo os mesmos critérios mencionados acima. Serão selecionados 30 jovens para o recebimento da ajuda de custo de R$ 70,00, durante o período do ciclo formativo.

Confira a lista completa:

  • Caio Henrique Freitas Oliveira
  • Lucas Rafael Bezerra Pereira
  • Raphael luan da silva siqueira
  • Jonatas Cardozo Borges
  • Raquel dos santos correia
  • Giovanna de Meneses Machado
  • Luna Souza
  • Oliver Antônio Guimarães de Santana
  • Danilo Henrique Rocha Dos Santos
  • Jady Cesarino Quadros
  • Lune Luz Trancoso
  • Nicoli de Jesus Maraça
  • Joyce aparecida Santos almeida
  • Jennifer Rabelo de Almeida
  • Ricardo Martins Domingos
  • Ygor Vinicius Silva de Oliveira
  • Kleberson douglas costa
  • Lucas Gomes Valentim Silva
  • Kayke Silva Campos
  • Paulo Ricardo de Souza Silva
  • Victor Rafael Alves de Oliveira Carriel José
  • Natália de Lima Firmino Moraes Da
  • Anthony Caetano dos Santos
  • Geison dos reis Goulart
  • Bruno Mendes Pontes
  • Francine da Silva
  • Ricardo Natã Oliveira da Silva
  • Jonas Cardoso da Silva
  • Jonatan Costa de Lima
  • Taylor Lima dos Santos
  • Ariane Alves Gomes
  • Everton Estevão Arruda
  • Julieth Polomo Hiltom
  • Alexsandro de Souza Santos
  • Rogério da Silva Pereira
  • Bruna Pires
  • Kassandra Dias Lemos
  • Ricardo de Melo Silva
  • Valentina Souza
  • Azul Silvestre Akes

No site do Pra Brilhar é possível conhecer mais sobre as atividades desenvolvidas e os produtos educomunicativos das turmas anteriores, bem como notícias e o cronograma completo de seleção da nova turma de 2020. 

Viração Educomunicação abre edital para contratação de produtora audiovisual

Empresas interessadas em participar da seleção, que acontece por dispensa de licitação, podem enviar proposta comercial até às 17h do dia 31 de julho de 2020 

A Viração Educomunicação contrata, por licença de licitação, empresa de serviços especializados em produção audiovisual, conforme condições, quantidades e exigências estabelecidas no edital anexo, para a execução de todas as etapas de produção de uma websérie, composta por 04 episódios, criada a partir dos temas e conteúdos gerados no âmbito do projeto Consulta Brasil.

As produtoras interessadas deverão encaminhar a proposta comercial e a documentação de habilitação da empresa, conforme indicado no Edital, para o e-mail consultabrasil.viracao@gmail.com, especificando no assunto da mensagem o número do Edital.

As inscrições permanecerão abertas a partir da data de divulgação do Edital até às 17h do dia 31 de julho de 2020

O resultado será divulgado no dia 04 de agosto de 2020 no site e nas redes sociais da Viração Educomunicação.

Sobre o material audiovisual a ser produzido

A empresa contratada será responsável por todas as etapas de produção dos vídeos, desde o roteiro até a pós produção. Cada episódio da websérie terá duração de 04 a 05 minutos e será criado a partir dos temas e conteúdos pertinentes ao projeto:

  1. O papel da família: Sobre as questões, conflitos e acordos possíveis entre responsáveis e as crianças e os adolescentes no uso da internet. 
  2. Segurança na internet: Sobre as violações de direitos a que estão expostas crianças e adolescentes no ambiente virtual e quais as medidas de proteção necessárias.
  3. Fake News: Sobre o conceito do fenômeno, como ele acontece na sociedade contemporânea e estratégias de enfrentamento.
  4. Educomunicação: Sobre projetos e ações que potencializam o uso seguro, cidadão e criativo da internet, numa perspectiva educomunicativa.

O edital completo, com todas as informações necessárias à participação nesta seleção pode ser acessado clicando aqui.

Sobre o Consulta Brasil e a Viração Educomunicação

O Consulta Brasil, uma iniciativa da Viração realizada por meio de convênio público com o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos e em parceria técnica com a Rede de Conhecimento Social, o Núcleo de Comunicação e Educação da Universidade de São Paulo e instituições educacionais públicas e privadas de dez municípios brasileiros, atua na realização de pesquisa participativa com o público infanto juvenil a respeito do uso das Tecnologias da Informação e Comunicação como estratégia para formação, mobilização e sensibilização sobre o tema; bem como no levantamento de insumos para a criação de materiais multimídias que possam apoiar operadores do Sistema de Garantia de Direitos e os próprios adolescentes no uso seguro, criativo e cidadão  das tecnologias da informação e comunicação.

A Viração é uma organização da sociedade civil sem fins lucrativos que atua nas áreas de educomunicação, juventudes e mobilização social. Tem como missão inspirar e conectar adolescentes e jovens para a construção de uma sociedade justa, participativa e plural. Atua com a educomunicação buscando mobilizar adolescentes e jovens para a promoção e defesa de seus direitos. 

 

30 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente

Em 1990, foi sancionada a Lei Nº 8.069, que tornou legal o Estatuto da Criança e do Adolescente. Um conjunto de normas que garantiu proteção e acesso a direitos fundamentais para um grupo de cidadãos que até então não tinham uma legislação específica e portanto não eram considerados sujeitos de direitos. O Estatuto reconheceu a condição particular de desenvolvimento de pessoas com idades entre 0 e 18 anos (estendendo alguns dispositivos para pessoas com até 21 anos) e reafirmando a prioridade absoluta do Estado, da família e da sociedade civil na proteção destas pessoas,como já era expressa no artigo 227 da Constituição do Brasil.

O direito à vida, saúde, educação, boas condições para desenvolvimento físico e intelectual, proteção contra violências, à liberdade e à convivência social e familiar dignas passaram a ser assegurados, bem como o acesso a medidas socioeducativas de responsabilização dos para adolescentes que incorrem em atos infracionais. O ECA marca o reconhecimento da necessidade de retirada da concepção de adolescentes ”menores infratores”, antes inserido na esfera do código penal para um conjunto de ações para os adolescentes, que denominamos medida socioeducativa, considerando as demandas específicas desta etapa humana da vida. 

Em um país de dimensões continentais e marcado em sua estrutura pelos horrores do racismo e das políticas neoliberais, o trabalho de garantir acesso e oferecer condições de desenvolvimento digno a crianças, adolescentes e jovens é um desafio constante. Nestas três décadas, alguns avanços são inegáveis e merecem celebração, como a ampliação do acesso à escola. Segundo o Observatório Plano Nacional da Educação, em 2018, 98% das crianças de 6 a 14 anos estavam na escola.

Um estudo da Fundação Abrinq mostra que, até 2018, 46% das crianças e adolescentes brasileiros de 0 a 14 anos viviam em condição de baixa renda; 4,1% das crianças de 0 a 5 anos viviam em situação de desnutrição, e mais de 1,3 milhão de crianças e adolescentes entre 6 e 17 anos estavam fora da escola; 9,8 mil mortes por homicídio em 2018 foram cometidos contra crianças e adolescentes entre 0 e 19 anos de idade – destes, 4 em cada 5 vítimas eram negras; e 27,2% dos homicídios cometidos em intervenções policiais vitimaram pessoas até 19 anos.

No ano da pandemia de Covid-19, algumas destas vulnerabilidades ficaram mais evidentes. O isolamento social imposto como prevenção à expansão do contágio obrigou famílias inteiras a enfrentar privações econômicas, a exclusão digital e social, a condições precárias de moradia de acesso a serviços e saneamento básico. Além disso tudo, em muitos casos crianças e adolescentes acabaram mais expostos ao risco de violações de direitos, sendo obrigados a conviver com agressores e aliciadores. 

A sociedade civil também tem papel importante na garantia de direitos das crianças e adolescentes. Organizações atuam, em diversas frentes, na defesa destes direitos, na educação e na mobilização das juventudes para a formação de cidadãos conscientes e com condições de atuar positivamente na sociedade.

Nós, da Viração, trabalhamos em ideias que buscam impactar a vida de milhares de adolescentes e jovens de todo o país, considerando suas diversidades, pensando e aplicando projetos com múltiplas abordagens e foco educomunicativo na promoção dos direitos humanos e na força da mobilização para garantir acesso aos outros direitos já preconizados no ECA.

Ao lembrarmos dos 30 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente, é preciso lembrar que no Brasil crianças, adolescentes e jovens ainda têm pelo menos um dos seus direitos fundamentais violados, portanto é imprescindível reafirmar o compromisso em trabalhar ainda mais para o desenvolvimento integral e diverso das nossas crianças, adolescentes e jovens juventudes para a construção de uma sociedade cada vez mais justa, participativa e plural.

Inscrições abertas para a nova turma do Pra Brilhar 2020

Projeto executado pela Viração Educomunicação em parceria com o Programa Municipal de DST/Aids de São Paulo abre inscrições para jornada de formação no segundo semestre

O Pra Brilhar, projeto executado pela Viração Educomunicação focado em discussões de comunicação e expressão, gênero e na prevenção combinada ao HIV/Aids e outras ISTs, abriu na última quinta-feira (18) as inscrições para selecionar jovens LGBTI+ para sua próxima turma.

A jornada de aprendizado é composta por 14 encontros, nos quais a turma discute os macro temas com o apoio de facilitadores de diversos coletivos e organizações parceiras, enquanto são estimulados a criar produtos educomunicativos coletivamente, que são publicados no final do ciclo no site do projeto e nas redes sociais.

São artes gráficas, produção audiovisual e performances de artes do corpo, além de intervenções no território. 

Devido à pandemia da Covid-19, os primeiros encontros estão programados para acontecer de forma on-line, garantindo a proteção de todes. Quando for seguro, encontros presenciais serão combinados com a turma.

– Período da formação: encontros semanais de agosto a novembro de 2020

– Os/As participantes receberão ajuda de custo para garantir conexão à internet / vale transporte e um lanche nos dias de encontro presenciais (quando for possível acontecer).

– A seleção será realizada com critérios de classe e cor.

– As datas dos encontros serão definidas junto com as/os jovens selecionades.

Serão selecionades até 40 jovens LGBTI+, prioritariamente meninos cis gays, meninas trans e travestis da cidade de São Paulo com idades entre 16 e 29 anos para participar da jornada de formação na qual poderão aprender mais sobre produção de conteúdos e comunicação, explorando os temas:

  • Gênero
  • Sexualidade
  • Direitos Humanos
  • Prevenção combinada ao HIV/Aids e outras ISTs

As inscrições estão abertas até o dia 15 de julho e para participar a pessoa interessada deve preencher o seguinte formulário: https://bit.ly/InscricaoPraBrilhar

O prazo final para a seleção é dia 31 de julho e o início das atividades está previsto para meados de agosto.

O ‘Pra Brilhar’ é um projeto executado pela Viração Educomunicação em parceria com o Programa Municipal de DST/Aids de São Paulo. Nesse semestre, o Pra Brilhar também conta com o apoio do Centro de Referencia e Defesa da Diversidade (CRD) e do Pela Vidda SP.

Acompanhe o Pra Brilhar através da página do projeto no Facebook e pelo Instagram da Viração.

Foto: Brunessa Candance / Cintia Rizoli

João Pedro, presente! Iago, presente! João Vitor, presente!

Estamos na quinta-feira e, somente nesta semana, 3 adolescentes foram assassinados em operações policiais realizadas – durante a quarentena – no Rio de Janeiro. Todos pretos.
_
João Pedro, presente! 14 anos. Morador de São Gonçalo. Brincava na casa do primo quando a polícia pulou o muro. Ele foi atingido na barriga e levado de helicóptero pela polícia – pra onde? Ninguém sabe. Seu corpo ficou desaparecido por 17 horas e foi encontrado no IML.
_
Iago, presente! Morador de Acari. Assassinado pelo BOPE depois de ser torturado com faca e saco plástico na cabeça. Sua família só encontrou o corpo no IML um dia depois.
_
João Vitor, presente! Entregava cestas básicas na Cidade de Deus para algumas famílias que estão sem ter como se alimentar durante a pandemia. Foi baleado e por policiais dentro do caveirão. Não resistiu aos ferimentos.
_
São dias de chorar com os que choram e de denunciar o projeto racista e genocida de um Estado que puxa o gatilho para tentar encerrar histórias e sonhos da juventude preta e periférica.
_
Não deixaremos isso acontecer! Enquanto estivermos respirando, nos comprometemos a lembrar dessas histórias, desses nomes e desses sonhos. Continuaremos construindo, ouvindo e potencializando a voz dessas juventudes.
_
João Pedro, presente! ✊🏾
Iago, presente! ✊🏾
João Vitor, presente! ✊🏾

Viração contrata: Coordenador/a de área – Administrativo-Financeiro

A Viração é uma organização da sociedade civil sem fins lucrativos que atua nas áreas de educomunicação, juventudes e mobilização social. Tem como missão inspirar e conectar adolescentes e jovens para a construção de uma sociedade justa, participativa e plural. Atua com a educomunicação buscando mobilizar adolescentes e jovens para a promoção e defesa de seus direitos. 

Perfil do/a profissional

Requisitos

– Graduado/a na área de Ciências Humanas (preferencialmente Administração, Economia, Contabilidade ou Gestão Pública);

– Experiência de, no mínimo, 5 anos em organizações sociais;

– Experiência de, no mínimo, 5 anos em gestão administrativo-financeira;

– Conhecimento sobre métodos de gestão de projetos e ferramentas de gerenciamento financeiro;

– Conhecimentos sobre o Marco Regulatório e outras normas aplicáveis às organizações sociais;

– Domínio de softwares de edição de texto, planilhas financeiras, sistemas de controle financeiro e apresentação multimídia (proprietários ou livres);

– Boa comunicação oral e escrita, fluência escrita e verbal em Língua Portuguesa;

– Alta capacidade de organização, realização de diversas tarefas simultaneamente e compromisso com metas e prazos;

– Capacidade de supervisionar e orientar múltiplas frentes de trabalho, atuando em equipe de forma proativa, colaborativa e inovadora;

– Compromisso e conhecimento da Declaração dos Direitos Humanos, Convenção dos Direitos da Criança, Estatuto da Criança e do Adolescente e Estatuto da Juventude;

– Domínio do Pacote Office.

Desejável

– Certificação em curso/s de Gestão Financeira, Gestão de Projetos e/ou Gestão de Pessoal;

– Experiência com sistemas de gestão de convênios públicos – como Siconv e similares;

– Fluência em Inglês, Espanhol e/ou Italiano.

Atividades

– Supervisionar diretamente profissionais da área administrativo-financeira, relacionamento com contabilidade, auditoria e órgãos públicos reguladores do setor;

– Revisar e aprovar atividades de prestação de contas financeiras, inclusive junto a sistemas públicos, quando aplicável;

– Supervisionar diretamente profissionais da organização que atuam com a captação de recursos – alinhando planos, fomentando prospecção de oportunidades, organizando agenda, elaboração de projetos, apresentações e prestação de contas;

– Supervisionar a execução financeira de projetos junto às pessoas envolvidas da equipe;

– Auxiliar a coordenação geral na gestão geral da equipe, participando da construção e acompanhamento dos planos de trabalho de todos/as colaboradores da organização;

– Apoiar a articulação das diferentes áreas internas da organização;

– Consolidar e aprofundar fluxos e procedimentos institucionais, inclusive mecanismos de compliance – com foco na implementação de uma cultura de corresponsabilização e inovação na gestão do terceiro setor;

– Supervisionar e/ou realizar, entre outros:

  • serviços bancários
  • gerenciamento do banco de informações do gerenciador financeiro – Conta Azul
  • cotações e compras em geral
  • serviços de correios
  • prestação de contas e relatórios financeiros de projetos
  • apoio administrativo à área de Projetos e Programas
  • emissão de notas e recibos
  • organização de arquivos físicos e digitais
  • serviços administrativos em geral

 

Informações adicionais

Regime de contratação: Prestação de serviços (Pessoa Jurídica)
Remuneração: a combinar
Local de trabalho: Sede da Viração, em São Paulo

Processo Seletivo

Envio de currículo e carta de apresentação com pretensão salarial até o dia 10 de maio para o e-mail: selecao@viracao.org. Assunto: Processo Seletivo: Coordenador/a Administrativo-Financeiro.

Geração que Move (SP): veja o resultado da seleção de adolescentes e jovens do Grajaú e Jardim Ângela

geração-que-move

O Geração que Move, é uma iniciativa do UNICEF (Fundo das Nações Unidas para a Infância) em parceria com Fundação Abertis e Arteris implementada pela organização a Viração Educomunicação. O projeto tem como foco principal discutir os desafios, impactos e discriminações que adolescentes e jovens das periferias enfrentam em relação ao acesso aos direitos previstos no Estatuto da Juventude, com foco nas questões vinculadas ao direito à cidade.

Para compor a nova turma de mobilizadores, a equipe da Viração Educomunicação selecionou – com base em critérios de gênero, cor e classe; priorizando aqueles que estejam cumprindo ou já cumpriram medidas socioeducativas, que estejam em situação de acolhimento institucional, sejam pessoas com deficiência ou que identifiquem-se como trans/travesti – 10 adolescentes e jovens entre 12 e 18 anos, residentes do Grajaú e Jardim Ângela (Zona Sul de São Paulo).

Confira os nomes selecionados abaixo:

Denilson Jose da Costa Junior
Estevão Luiz de Sousa
Giovanna Lopes Feliciano Ramos
Júlia Cavalcante Augusto
Kauanny Bueno de Souza
Larissa Araújo Silva
Luziana Flora da Silva
Michael Andre Sena Bonfim
Tamiris Pereira Marques
Thamires de S. Jabbur Ribeiro


INFORMAÇÕES IMPORTANTES

– Devido à pandemia de Coronavírus e respeitando as orientações dos especialistas da OMS, a turma está realizando encontros formativos via Google Meets – aplicativo de videoconferência – até segunda ordem.

– Durante os 3 primeiros meses de projeto, os adolescentes e jovens receberão uma bolsa-auxílio. Além disso, também receberão um Kit para produzir vídeos e fotos (tripé compatível ao celular + cartão de memória e plano de dados móveis).

Viração seleciona adolescentes e jovens moradores do Grajaú e Jardim Ângela (SP)

geração-que-move

A Viração Educomunicação é uma organização da sociedade civil sem fins lucrativos que atua nas áreas de educomunicação, juventudes e mobilização social. Tem como missão inspirar e conectar adolescentes e jovens para a construção de uma sociedade justa, participativa e plural. Atua com a educomunicação buscando mobilizar adolescentes e jovens para a promoção e defesa de seus direitos. 

Para a realização do projeto Geração que Move, uma iniciativa do UNICEF (Fundo das Nações Unidas para a Infância) em parceria com Fundação Abertis e Arteris implementada pela organização a Viração Educomunicação. Está aberta seleção para  adolescentes e jovens de 12 a 18 anos mobilizadores para participar de jornada de formação sobre direitos à cidade, mobilidade segura e igualitária – além de atuar com seus pares, potencializando os canais de comunicação e promovendo conteúdos pertinentes em meio ao atual contexto destes territórios.

Vagas:
– Cinco (5) adolescentes e jovens residentes na região do Grajaú
– Cinco (5) adolescentes e jovens residentes na região do Jardim Ângela 

Objetivos 

O Geração que Move tem como foco principal discutir os desafios, impactos e discriminações que adolescentes e jovens das periferias enfrentam em relação ao acesso aos direitos previstos no Estatuto da Juventude, com foco nas questões vinculadas ao direito à cidade.

As pessoas selecionadas irão promover espaços de diálogo e de reflexão, atualizando e provocando outros adolescentes e jovens a entender melhor o que se passa na atualidade – considerando o contexto de isolamento social decorrente da pandemia de COVID-19 – com informações sobre prevenção, além de contribuir para que conteúdos sobre como as periferias de São Paulo estão enfrentando o vírus alcancem outros territórios.

 

Atividades e tarefas

 

  • PRIMEIRA FASE DO PROJETO: ONLINE

 

Devido à pandemia de coronavírus, a primeira etapa do projeto acontecerá até o final do período de indicação de isolamento social e quarentena. 

✓  Participar, online, de um percurso de formação em produção de mídia digital durante os três primeiros meses do projeto;

✓ Desenvolver conteúdos para impactar outros adolescentes e jovens, principalmente dos territórios de atuação do projeto, sobre as temáticas relacionadas ao Geração que Move. Essa tarefa acontecerá por meio de orientação e mentoria da equipe pedagógica e de comunicação da Viração, que vai co-criar estratégias de uso de diferentes linguagens de comunicação nas mídias digitais; 

✓  Levantar dados e desenvolver conteúdos sobre o que tem acontecido nos bairros do Grajaú e Jardim Ângela, bem como coletar informações referentes ao enfrentamento desta situação pelos adolescentes e os jovens das regiões; 

✓  Os profissionais orientarão os adolescentes e jovens no desenvolvimento de conteúdos de comunicação e de projetos de intervenção local. 

 

 

  • SEGUNDA FASE DO PROJETO: PRESENCIAL

 

Esta etapa iniciará somente após o final do período de indicação de isolamento social e quarentena e se estenderá até Dezembro (2020). 

✓   Participar, presencialmente, de oficinas temáticas sobre Direitos Humanos, adolescência e juventude, mobilidade segura e igualitária, desigualdades de gênero, raça e classe, empreendedorismo social, Design Thinking e temas correlatos;

✓ Dar continuidade à criação de conteúdos para mídias sociais e o site da Agência Jovem de Notícias;

 ✓ Participar de jornadas de campo por toda a cidade, a fim de conhecer os equipamentos públicos de saúde, educação, proteção e cultura e lazer disponíveis no seu território e na cidade;

✓ Trabalhar de forma colaborativa com os adolescentes e jovens participantes do projeto; 

✓ Participar de reuniões com a equipe; 

✓ Levantar possibilidades de parcerias com outras organizações, coletivos e espaços no território.


Perfil 

▪ Adolescentes e jovens de 12 a 18 anos;

 ▪ Residentes dos bairros do Grajaú e Jardim Ângela (SP);

▪ Ter celular para gravar vídeos, participar de reuniões e acompanhar os conteúdos das formações; 

▪ Ter possibilidade de acesso à Internet; 

▪ Ser comunicativo, criativo e responsável; 

▪ Gostar de criar conteúdos para mídias sociais.


Informações gerais

Local de Atuação: Grajaú ou Jardim Ângela, Zona Sul de São Paulo.

Duração do Projeto: De 27 de Abril a Dezembro de 2020 – sendo os três primeiros meses com bolsa-auxílio e os demais com a participação dos jovens selecionados em jornadas de formação promovidas pela Viração e parceiros. 

Carga horária semanal: 10 horas (segunda a sexta).

Benefícios:
– Bolsa-auxílio durante os 3 primeiros meses de projeto.
– Kit para produzir vídeos e fotos (tripé compatível ao celular + cartão de memória e plano de dados móveis)


Sobre o processo seletivo

▪ A seleção será realizada seguindo critérios de classe, gênero e cor. Terão prioridade no processo adolescentes e jovens que estejam cumprindo ou já cumpriram medidas socioeducativas, que estejam em situação de acolhimento institucional, sejam pessoas com deficiência ou que identifiquem-se como trans/travesti.

▪ Para o preenchimento das vagas será garantida a representatividade e diversidade de gênero e faixa etária dos adolescentes e jovens.

Etapas:

▪ Inscrições abertas até o dia 20 de abril
▪ Bate-papo online com os adolescentes e jovens pré-selecionados: 22 e 23 de abril
▪ Resultado dos selecionados: 24 de abril no site da Viração e contato via WhatsApp.
▪ Início das oficinas: 27 de abril

Como se candidatar?

Para se inscrever basta clicar aqui e preencher o formulário.
Caso tenha dúvidas, entre em contato por e-mail:

📧 aline@viracao.org
📧 scheila@viracao.org