Viração apoia a luta contra a Reforma da Previdência no Brasil

A Viração apoia a luta de milhares de brasileiros e brasileiras que saem hoje às ruas contra a reforma previdenciária proposta pelo governo Temer.

Para receber a aposentaria integral, a nova proposta exige que o trabalhador, seja homem ou mulher, contribua por 49 anos, além de estabelecer idade mínima de 65 anos para ter acesso ao benefício, extinguindo a aposentadoria por tempo de contribuição. 

Entendemos que a proposta representa a retirada de direitos fundamentais, como a responsabilidade por garantias mínimas de vida, em especial de mulheres e jovens. Caso a Reforma da Previdência seja aprovada, para receber aposentadoria integral o jovem brasileiro precisará contribuir para a previdência a partir dos 16 anos, com carteira assinada, ininterruptamente. Além disso, as medidas ignoram a discriminação por gênero no mercado de trabalho e a dupla jornada feminina, equivalendo o tempo de contribuição entre homens e mulheres. 

Por isso, como uma organização de defesa dos direitos humanos e da juventude, a Viração adere à luta Contra a Reforma Da Previdência