Viração contribui com livro sobre direito à cidade

A Viração Educomunicação está representada em Quito, no Equador, por Bruno Ferreira e Ethel Rudnitzki, da equipe de comunicação da organização, que acompanham atividades relacionadas à Habitat III, conferência da ONU sobre Moradia e Desenvolvimento Urbano Sustentável. Ambos são autores de um artigo sobre a experiência de São Paulo sobre mobilidade urbana e direito à cidade publicado em um livro organizado pelo escritório equatoriano da Fundação Friedrich Ebert, chamado Habitáts justos, diversos y sustentables: contribuiciones ciudadanas para solucionar desafios urbanos.

livro_fes

A publicação reúne reportagens sobre como nove cidades latino-americanas adequam suas realidades à Nova Agenda Urbana, que está sendo discutida e  deve ser aprovada nos próximos dias em Quito. São Paulo é a única cidade brasileira tratada na obra, que será oficialmente lançada no espaço da conferência, mas que já tem sido apresentada em espaços públicos de Quito.

No último domingo, 16/10, Bruno e Ethel apresentaram as principais questões tratadas no artigo junto com Nataly Pinto, autora do artigo sobre a capital equatoriana, e Austín del Castillo, jornalista responsável por escrever sobre a experiência da cidade mexicana de Guadalajara. As apresentações foram feitas em um espaço público de Quito, o Parque Gabriela Mistral, no contexto da inauguração do Projeto Andotecas: uma forma diferente de compartilhar livros, que incentiva a leitura em espaços de lazer, num contexto de encarecimento de livros no Equador e de proibição do empréstimo de livros pelas bibliotecas públicas de Quito, onde a população pode apenas consultar obras.

img_8463

As apresentações dos artigos do livro Habitáts justos, diversos y sustentables seguem por esta semana na capital equatoriana, sendo que nesta quarta-feira (19/10) será o lançamento oficial na Casa de Cultura da cidade, espaço oficial da Habitat 3.