Viração lança guia sobre gênero e sexualidade para educadores(as)

A escola, como parte integrante da sociedade, pode reproduzir relações de desigualdade, muitas vezes reiterando discursos machistas, racistas e homofóbicos. Sendo ela um dos primeiros espaços de socialização, é lá que crianças e adolescentes convivem, pela primeira vez, com todas essas diferenças. Assim, a escola tem um papel muito importante no enfrentamento das desigualdades.

Infelizmente, sabemos que isso ainda é um desafio para educadores e educadoras! O contexto atual de conservadorismo e retrocesso dificulta ainda mais a promoção da igualdade e do respeito às diferenças dentro da escola. Além disso, faltam instrumentos para se trabalhar as temáticas em sala de aula.

Sabendo desses desafios, a Viração desenvolveu o Guia de Gênero e Sexualidade para Educadores, que tem como objetivo orientar educadores(as) sociais, educomunicadores(as), comunicadores(as) populares e professores(as) a promoverem o debate sobre gênero e sexualidade entre seus alunos. 

A partir de exemplos simples e práticos das diferentes formas para se trabalhar gênero e sexualidade em espaços educativos, o material traz uma proposta de atividade pensada exclusivamente para educadores(as) que desejam transformar a realidade de forma crítica e criativa, participativa e democrática!

Acesse o Guia de Gênero e Sexualidade para Educadores aqui.