Renajoc promove campanha de financiamento coletivo para realizar o 5º Encontro nacional de Adolescentes e Jovens em SC

Bruno Ferreira, da Redação | Imagem: Acervo Viração/Renajoc

A jovem indígena Cláudia Ferraz mora em São Gabriel da Cachoeira, cidade amazônica localizada há 852 km de Manaus, que tem cerca de 110 mil habitantes. Para chegar à capital do seu Estado pode levar até três dias de barco. A alternativa mais rápida seria uma viagem aérea de, aproximadamente, 1 hora. No entanto, esse trecho custa caro. Para ir e voltar, Cláudia pode pagar até 1 mil reais. Educadora e ativista, Cláudia tem desenvolvido atividades locais com adolescentes em torno da Comunicação e Direitos Humanos, além de ser integrantes da Rede Nacional de Adolescentes e Jovens Comunicadoras e Comunicadores (Renajoc), que há 8 anos articula adolescentes e jovens de 20 estados brasileiros em torno do direito humano à comunicação e pela democratização da mídia no Brasil.

“Temos um projeto de jornal mural intercolegial, um programa de rádio e um que eu desejo tanto que é o Educomunicando nas Comunidades do Rio Negro”, conta a jovem, que ainda está envolvida no planejamento de um seminário voltado à juventude indígena. Alguns projetos são tocados por Cláudia e outros jovens de São Gabriel da Cachoeira sem financiamento.

Se apenas numa viagem dentro do seu próprio estado Cláudia paga 1 mil reais, imagine o valor de uma viagem de São Gabriel da Cachoeira para Florianópolis! Caro, né? Esse destino já está nos planos da jovem, pois neste ano, entre 9 e 13 de outubro, a Renajoc vai promover seu 5º Encontro Nacional em São José (SC), município da região metropolitana da capital catarinense. Para que jovens atuantes como Cláudia participem desse importante evento de articulação e produção, a rede lançou na semana passada uma campanha de financiamento coletivo para viabilizar a compra de passagens aéreas para 40 integrantes da Renajoc. A hospedagem e a alimentação em Santa Catarina já estão sendo combinadas com o Instituto Marista, que se ofereceu para sediar o encontro.

“Contribuir com o 5º Enajoc é fazer parte de um capítulo importante da luta pelo direito à comunicação no Brasil. É um momento da história em que adolescentes e jovens organizados estão se fortalecendo em suas ações que fazem a diferença nos diversos cantos desse país. E você estará presente, ainda que virtualmente e simbolicamente, pois garantirá a concretização deste sonho e desta utopia. E além do mais, você receberá gestos de nossa gratidão e nossas lutas, produtos de comunicação e educação popular que podem inspirar você também a transformar a realidade”, diz Alessandro Muniz, facilitador nacional da Renajoc.

A galera que participar do 5º Enajoc realizará uma intervenção urbana em uma quadra da comunidade onde fica o Instituto Marista, com oficinas, bate-papos e exibições de materiais para adolescentes e jovens, que marcará o início de uma campanha permanente da Renajoc sobre representação da juventude nos meios de comunicação, além de produzir, coletivamente, um vídeo viral abordando a necessidade democratização da mídia. Como produto desse evento, haverá uma nova edição do guia Juventude e Comunicação: Faça Você Mesmo, que sintetiza e organiza a reflexão dos membros da Rede sobre direitos humanos, comunicação e juventude. Quem colaborar com a campanha terá acesso a esses produtos e a outras recompensas.

Saiba mais e colabore aqui.